Arquivos para fevereiro, 2016

Profissional de segurança pode passar 10 anos sem ser acionado, mas não pode passar 1 dia sem estar preparado

Manter o treinamento constante dos profissionais de segurança pública e privada com relação à abordagem perante a população em geral, pode evitar diversos problemas, como por exemplo, um disparo indevido de uma arma de fogo diante de uma atividade rotineira. Este tipo de situação é um fator de relevância social e porque não dizer econômica. O treinamento de abordagem e a frequência com que é aplicada pode evitar o afastamento desses profissionais de segurança da sua rotina de trabalho, haja vista que quando ocorre uma situação de confronto com disparos de arma de fogo, existe um processo interno de sindicância, inclusive com o afastamento do profissional de suas atividades do dia-a-dia. Além disso, pode repercutir negativamente para a imagem da instituição, e até mesmo, sofrer um processo judicial de ressarcimento e danos morais advindo da parte prejudicada.

Leia mais